Gestão de ficheiros

De GNU Octave
Revisão em 17h53min de 4 de novembro de 2012 por Jgrocha (Discussão | contribs) (Pequenas correções de Português)

(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

O Octave precisa sempre de aceder ao sistema de ficheiros para ler e escrever dados. Nesta seção vamos explicar melhor como se faz esta interação entre o Octave e o sistema de ficheiros.

Na terminologia deste manual os termos ficheiro, documento ou arquivo são equivalentes. Da mesma forma, chamamos pasta ou diretoria à mesma coisa.

Convém lembrar que cada um dos sistemas operativos mais conhecidos, como o Windows, Mac OS e Linux, têm sistemas de ficheiros ligeiramente diferentes, mas os conceitos principais são os mesmos.

O sistema de ficheiros está organizado hierarquicamente. No topo da hierarquia está uma pasta (designa-se raiz), e dentro desta, estão outras pastas que contêm também pastas, e assim sucessivamente. As pastas podem ter arquivos (documentos, imagens, etc) e outras pastas (que se designam subpastas ou subdiretorias).

Caminhos

Uma pasta ou um arquivo pode ser designado de uma forma inequívoca através do caminho absoluto, desde o topo da hierarquia até ao mesmo (path em Inglês).

Exemplo de caminho absoluto para um arquivo:

  • (em Microsoft Windows) C:\Users\jgr\Documents\informatica\heartrate.m
  • (em Linux) /home/jgr/Documentos/Aulas/12131S/OCV/octave/velocidade.m

Existe também a hipótese de designar um arquivo ou uma pasta usando o caminho relativo. Isto é, o caminho a começar na pasta em que se está. Por exemplo, se se estiver na pasta C:\Users\jgr\Documents, o caminho relativo para o documento heartrate.m será:

informatica\heartrate.m

Repare que em Micorosft Windows, o separador de pastas é o carater '\', enquanto que em Linux é o carater '/'.

Pasta atual

O conceito mais importante é o de pasta atual ou pasta de trabalho. Há sempre uma pasta que é a pasta onde o Octave escreve e lê ficheiros, se apenas for indicado o nome do ficheiro.

Para saber qual é a pasta de trabalho atual usa-se o comando pwd.

Exemplo em Microsoft Windows:

octave-3.6.2.exe:1> pwd
ans = C:\Users\jgr\Documents\informatica

Exemplo em Linux:

octave:1> pwd
ans = /home/jgr/Documentos/Aulas/12131S/OCV/octave

Conteúdo de uma pasta

Para mostrar o conteúdo da pasta de trabalho atual, usa-se o comando dir.

Exemplo em Microsoft Windows:

octave-3.6.2.exe:5> dir
.               calculaidade.m  idade.m
..              heartrate.m

Repare que existem duas pastas especiais, identificadas por '.' e por '..'. A pasta '.' é um sinónimo para a pasta atual. A pasta '..' é um sinónimo para a pasta hierarquicamente superior (a pasta que contem a pasta atual).

O comando dir aceita argumentos. Pode ser o nome de uma pasta, indicada pelo caminho absoluto ou relativo. Pode também indicar o padrão dos ficheiros que queremos mostrar. Por exemplo, com o padrão *.mp3 mostram-se só os documentos com a extensão .mp3.

octave-3.6.2.exe:34> dir ..\Downloads\*.mp3
Kalimba.mp3     Sleep Away.mp3

No comando anterior, indica-se uma pasta (utilizando um caminho relativo) e um padrão recorrendo ao '*'. O '*' corresponde a qualquer sequência de carateres.

Mudar a pasta atual

Com o comando cd pode-se mudar para outra pasta. Por exemplo,

cd ..

muda para a pasta hierarquicamente superior.

Pode-se andar um nível de cada vez na hierarquia, ou saltar logo de uma pasta para outra, mesmo em níveis muito distintos da hierarquia.

Ou seja, o seguintes comandos:

octave-3.6.2.exe:37> cd Documents
octave-3.6.2.exe:38> cd informatica

ou simplesmente:

octave-3.6.2.exe:40> cd Documents\informatica

são equivalentes.

O comando cd, sem argumentos, muda para a pasta do utilizador. É um comando muito útil.

cd

Completar o nome de ficheiros

Ao manipular pastas ou ficheiros, pode-se usar a tecla <TAB> para completar o nome do ficheiro ou da pasta. Por exemplo, para mudar para a pasta Desktop, basta escrever: cd Desk<TAB> e o nome é expandido para cd Desktop.

Configurar a pasta inicial do Octave (Windows)

No Windows, ao instalar o Octave, é criado um atalho do ambiente de trabalho. Tal como está pré-definido, esse atalho tem as propriedades apresentadas na imagem seguinte.

Propriedades atalho 1.png

Repare que na propriedade Iniciar em: está a pasta "C:\Program Files\Octave-3.6.2".

Se pretender que o Octave comece noutra pasta, basta alterar essa propriedade, o que é bastante aconselhável. Na figura seguinte, apresentam-se as propriedades do atalho do Octave com a propriedade referida já alterada. De acordo com esta nova propriedade, o Octave passa a arrancar na pasta "C:\Users\jgr\Documents\informatica".

Propriedades atalho 2.png

Para confirmar esta mudança, inicie novamente o Octave e faça:

octave-3.6.2.exe:1> pwd
ans = C:\Users\jgr\Documents\informatica

Configurar a pasta inicial do Octave (Linux)

Para configurar a pasta inicial do Octave em Linux, uma das formas possíveis é criar um ficheiro ~/.octaverc com o seguinte conteúdo:

cd /home/jgr/Documentos/Aulas/12131S/OCV/octave